quarta-feira, 30 de setembro de 2009

As aparências enganam

Dizem que a primeira impressão é a que fica. Somos mestres em julgar pelo que vemos e imaginamos. Sem termos toda a informação, fazemos um pré-julgamento baseado em nossos pressupostos. Quantas vezes fomos surpreendidos por pessoas que achavámos ser limitadas, mas que nos surpreenderam com o seu talento. As aparências enganam. Sempre escolhemos o óbvio, mas isso não garante o sucesso da nossa escolha. Se pudessémos analisar fatos e pessoas com uma visão mais nítida, perceberíamos quão equivocados foram os nossos pensamentos. O video abaixo nos ensina que nem sempre o achamos é verdadeiro, surpresas podem acontecer.
Em qual dos dois jogadores você apostaria?

terça-feira, 29 de setembro de 2009

O "puxa saco"

Gostaria de refletir sobre o significado da palavra "puxa saco".No livro A Casa da Mãe Joana, Reinaldo Pimenta conta que esta expressão surgiu a partir de uma gíria militar. "Puxa-sacos eram as ordenanças que, de modo submisso, carregavam os sacos de roupas dos oficiais em viagem", conta. Hoje, o termo significa alguém que tenta agradar demasiadamente o chefe.
Esse tipo de pessoa é odiada no ambiente de trabalho. Alguns chegam a listar algumas atitudes básicas do "puxa saco".

1. Quando o chefe chegar seja o primeiro a dar bom-dia, com um grande sorriso nos lábios.
2. Toda vez que seu chefe espirrar diga “saúde”, não importa a quantidade de espirro.
3. Morra de rir das piadas que seu chefe conta, mesmo que seja a mais sem graça do mundo.
4. Cole um adesivo no carro com a seguinte frase: “Eu Amo Meu Chefe”.
5. Tente se parecer ao máximo com seu chefe.
6. Nunca saia do escritório antes dele.
7. Demonstre sempre muita eficiência.
8. Quando te passar uma tarefa, faça-a o mais rápido possível.
9. Seja sempre muito atencioso com seu chefe, demonstrando sempre muito carinho por sua pessoa (cafezinho, chazinho, biscoitinho, presentinhos são sempre uma boa atitude).

Piadas são feitas a todo instante sobre os "temidos puxa sacos". Tenho as minhas próprias observações a respeito.

1- Creio que dar um grande sorriso para todos não é ser "puxa saco".
2- Desejar boa saúde a todos é sinal de cordialidade.
3- Às vezes rimos das piadas mais sem graças, apenas para agradar o nosso colega. O chefe é apenas mais um deles. Todos devem ser tratados iguais, independente de hierarquia.
4-Cole um adesivo no carro com a seguinte frase: "Eu amo os meus colegas de trabalho"
5- Se o chefe possuir muitas virtudes, não há nenhum problema em imitá-lo.
6- Certas situações exigem que saíamos do escritório depois do chefe. Não há necessidade de sempre esperá-lo.
7- Demonstrar eficiência não é sinal de ser "puxa saco", mas sim de profissionalismo. É exatamente isso que a empresa espera de você.
8- Realizar uma tarefa o mais rápido possível é demonstrar comprometimento com os objetivos da organização.
9-Devemos sempre sermos atenciosos com todos, não apenas com o chefe. O chefe merece a nossa atenção tanto quanto os demais colegas de trabalho.

Desempenhar bem as nossas funções é sinal de que somos realmente profissionais. Existe uma verdadeira cultura nas organizações- fazer o mínimo possível. Qualquer um que realizar o seu trabalho com um pouco mais de dedicação, fatalmente levará a fama de ser "puxa saco".

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Nada como uma boa estratégia

Recebi um e-mail de um amigo com uma história muito interessante, não sei qual é a fonte, mas o texto nos faz pensar sobre a importância de se ter uma estratégia na vida. Boa leitura.

Um senhor vivia sozinho em Minnessota. Ele queria virar a terra de seu jardim para plantar flores, mas era um trabalho muito pesado.
Seu único filho, que o ajudava nesta tarefa, estava na prisão. O homem então escreveu a seguinte carta ao filho:
'Querido Filho, estou triste, pois não vou poder plantar meu jardim este ano. Detesto não poder fazê-lo, porque sua mãe sempre adorou flores e esta é a época certa para o plantio. Mas eu estou velho demais para cavar a terra. Se você estivesse aqui, eu não teria esse problema, mas sei que você não pode me ajudar, pois estás na prisão. Com amor, Seu Pai.'
Pouco depois, o pai recebeu o seguinte telegrama:
'PELO AMOR DE DEUS, Pai, não escave o jardim! Foi lá que eu escondi os corpos'
Como as correspondências eram monitoradas na prisão, às quatro da manhã do dia seguinte, uma dúzia de agentes do FBI e policiais apareceram e cavaram o jardim inteiro, sem encontrar qualquer corpo.
Confuso, o velho escreveu uma carta para o filho contando o que acontecera.
Esta foi a resposta:
'Pode plantar seu jardim agora, amado Pai. Isso foi o máximo que eu pude fazer no momento..'
Estratégia é tudo!!!
Nada como uma boa estratégia para conseguir coisas que parecem impossíveis.
Assim, é importante repensar sobre as pequenas coisas que muitas vezes nós mesmos colocamos como obstáculos em nossas vidas.
'Ter problemas na vida é inevitável, ser derrotado por eles é opcional'

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Uma tarde especial

Estar perto de crianças é algo que gosto muito. Elas são espontâneas, meigas, sinceras e carinhosas. Há sempre lições maravilhosas que podemos aprender com esses pequenos seres. Recebi um convite que não pude resistir. Fui convidado a fazer uma palestra sobre o trabalho do carteiro. A palestra foi realizada numa escola pública no município de Ponta Porã. A recepção foi calorosa, creio que as crianças simpatizaram comigo. Foi realmente uma tarde especial.
Compartilho com você alguns momentos inesquecíveis que vivenciei.
























quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Procure a verdade na opinião do outro

O autor Richard Carlson escreveu um texto muito oportuno e atual no seu livro ''Não faça tempestade em copo d'água". Ele afirma na página 141.
"Se você gosta de aprender tanto quanto de fazer as outras pessoas felizes, vai adorar essa idéia.
Quase todo mundo acha que suas próprias idéias são boas, do contrário não as partilhariam. Uma das coisas destrutivas que muitos de nós fazemos, no entanto, é comparar a opinião de alguém com a nossa. E, quando não combina com o que acreditamos, ou a descartamos, ou procuramos encontrar seu erro. Nós nos sentimos péssimos, a outra pessoa se sente diminuída, e não aprendemos nada.

Toda opinião tem seu mérito, especialmente se nós estivermos procurando por méritos, e não por erros. Da próxima vez que alguém lhe der uma opinião, em vez de julgá-la ou criticá-la, tente encontrar o que nela existe de verdade.

Se você pensar bem a respeito, quando julga alguém ou sua opinião, tal atitude não diz muito a respeito dessa outra pessoa, mas diz quase tudo sobre sua necessidade de ser juiz".

O texto nos orienta a ouvir com imparcialidade, buscando tirar o máximo de proveito da opinião do outro, há sempre o que aprender. Se estivermos dispostos ao crescimento pessoal, teremos que aceitar e aprender com as opiniões dos outros, por mais divergentes que elas sejam.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Acredite nos seus sonhos

A pobreza é mais comum do que gostaríamos. A falta de recursos impede muitas familias de viverem com o mínimo de conforto. A fome assola milhões. Não há cena mais triste do que ver crianças famintas sem ter nada para comer. Apesar desse quadro terrível, penso que a pobreza cria algo ainda pior. Ela destrói impiedosamente os nossos sonhos. Diante da realidade, não há muito o que fazer-pensa-se. Planos são abandonados por que não se vê nenhuma perpectiva para o futuro. A pior coisa da pobreza é que ela acaba com a nossa fé.Como continuar acreditando na vida diante de tanta dificuldade? Fico feliz, pois apesar disso tudo,algumas pessoas corajosas ainda acreditam nos seus sonhos, mesmo diante da dura realidade.Que bom que temos exemplos maravilhosos para nos inspirar. É possível continuar crendo que vamos vencer. Apesar do momento em que você esteja vivendo, por favor, continue acreditando nos seus sonhos. O seu sonho pode ser solitário, mas sei que onde há perseverança, as chances de se obter a vitória são reais.
Que o exemplo abaixo o inspire a não perder a fé nunca. Faço um apelo a você, nunca desista!




domingo, 20 de setembro de 2009

Sorria!!!

O mundo precisa desesperadamente de um sorriso. Vivemos numa época em que a maioria das pessoas perderam a vontade de sorrir. Tudo é muito estressante e não há espaço para uma boa risada. O riso é vital para que a vida fique mais "colorida". É preciso reaprender a arte do sorrir.
Diante de tantos desafios que enfrentamos diariamente, como achar graça? É simples, não leve as coisas tão a sério. Aprenda a rir de si mesmo.

Pensei em como alegrar o seu dia, encontrei esse video de alguém que sabe rir espontaneamente. Que o seu exemplo possa nos inspirar. Que o seu dia seja cheio de alegria.

sábado, 19 de setembro de 2009

Pare de protelar

No terceiro ano de faculdade, eu tinha que entregar um trabalho- uma resenha crítica. O prazo era de 15 dias, tempo suficiente para escrever. Os dias foram se passando e nada de eu começar. Pensava comigo- amanhã eu faço, sem falta. No outro dia, o pensamento era o mesmo- amanhã eu faço sem falta. O “amanhã” nunca chegava, pois sempre havia uma desculpa para não começar. O tempo foi passando e eu bem tranqüilo. Quando percebi faltava apenas um dia para a data da entrega. A professora tinha sido bem clara, não aceitaria trabalhos depois da data estipulada.
Apesar de saber que se não entregasse no dia, a nota seria zero, fiquei pensando em falar com a professora e pedir mais um prazo para entregar o trabalho. Acabei desistindo da idéia.
Fui para a universidade com um peso na consciência. A única solução era tentar fazer o texto nas duas primeiras aulas. O trabalho era para ser entregue nas duas últimas aulas. Ao chegar ao local, fui até a sala de estudos, sentei-me, abri o caderno e comecei a escrever. Fui “obrigado” a não assistir as primeiras aulas.
Contei essa minha experiência para que sirva de exemplo de como não agir. Quantas vezes nós temos que fazer alguma atividade, mas ficamos adiando. O que pode ser feito hoje, não deve ser deixado para amanhã. Somos mestres em inventar desculpas para escapar da responsabilidade. Precisamos aprender a mudar de postura. A frase seguinte deve ser um estilo de vida: Vou fazer o que é preciso agora sem deixar para depois.
Tenha a certeza de que você vai evitar muitos aborrecimentos se agir no momento certo, sem protelar.
Eu já ia me esquecendo de contar o desfecho da minha história. Consegui entregar o trabalho a tempo, a nota foi ótima. A única coisa ruim foi a angustia que senti naquele dia. A partir daquela data, eu comecei a agir diferente. Faça isso também e tenha uma vida mais tranqüila. Sei que não será fácil, mas você precisa começar a pensar seriamente sobre isso.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Preserve a vida!!!

O tema é atual e de extrema importância. O debate sobre questões ambientais tem gerado muitas discussões ao redor do mundo. As nações estão preocupadas com o futuro do planeta Terra. Sei que o assunto é relevante e merece a nossa atenção. A sobrevivência das espécies, no futuro, depende de como estamos agindo agora.
A preservação do meio ambiente é vital para a manutenção da vida. Penso que ainda há muito o que fazer. A conscientização é uma arma poderosa. Se todos se unirem, será possível proporcionar condições favoráveis para que a vida possa continuar com o seu rumo natural.

O video postado abaixo contém imagens fortes, mas servem como um apelo para que nós preservemos o meio ambiente.



video

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A melhor idade

O meu pai sempre foi um homem muito forte fisicamente. Desde a minha infância pude perceber o seu espírito aventureiro. Sem maiores explicações, nós nos mudávamos constantemente. Creio que ele gostava de conhecer novas cidades. Eu particularmente, não aceitava bem a idéia de perder os amiguinhos de escola. Devido ao excesso de timidez, não era fácil para eu fazer novas amizades. Sempre fiquei impressionado com o seu vigor físico.
Os anos se passaram, hoje ele está com a idade avançada. Sofre com vários problemas de saúde. O aventureiro não existe mais. Qual não foi a minha surpresa ao ouvir da sua boca, a seguinte frase: “O que mais quero é morar no mesmo lugar, chega de ficar me mudando”. Jamais pensei em ouvir isso da sua boca.
Com o passar dos anos, a nossa forma de ver a vida muda consideravelmente. Enquanto somos jovens, encaramos qualquer desafio. Enfrentamos os perigos com ousadia.
Paulatinamente, vamos alterando a nossa forma de pensar, muitas vezes, sem ao menos perceber. É uma pena que, quando adquirimos a sabedoria, a vida já esteja perto do seu final.
Felizes são aqueles que desfrutam de muitos anos de vida.
Tenho a plena certeza de que devo ouvir os conselhos dos mais velhos com atenção, pois sei que podem me auxiliar na difícil tarefa de tomar decisões. Eles já erraram muito mais do que eu, por isso, sabem analisar melhor as mais diversas situações.


quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Uma grande lição de vida

Trabalho a muitos anos numa região conhecida como “Grande Marambaia”. A rotina de trabalho é a mesma, todos os dias. A entrega de correspondências exige muita concentração. Há uma série de variáveis que podem interferir na entrega. As casas visitadas por mim sempre são as mesmas, o que muda, são os moradores. Apesar da rotina, consigo prestar atenção em certos detalhes.
Certa vez, contemplei uma cena que me emocionou muito. Ao ver um casal se aproximando, não pude resistir e encostei a moto. Talvez você esteja pensando; o que há de especial nisso? É apenas algo comum. Nada demais.
Logo a minha frente, uma senhora deficiente estava na sua cadeira de rodas, um homem empurrava a cadeira. O que me comoveu foi o fato dela não ter as duas pernas. Olhei com curiosidade e pude constatar que o senhor era totalmente cego. Marido e mulher. Ela sem poder andar, ele sem enxergar. A esposa era “os seus olhos” e ele “as suas pernas”.
Por incrível que pareça, esse casal conversava animadamente. Penso nessa cena constantemente. Fico impressionado com a capacidade humana de superação. Aprendi muito naquele dia. Uma verdadeira lição de vida.
Sem que eles soubessem, aquele casal me ensinou a valorizar a vida.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Reverência ao destino

Alguns textos falam ao nosso coração pela beleza das suas palavras. Partilho com você um dos meus textos prediletos. O autor é Carlos Drumond de Andrade.
Falar é completamente fácil, quando se tem palavras em mente que expressem sua opinião.
Difícil é expressar por gestos e atitudes o que realmente queremos dizer, o quanto queremos dizer, antes que a pessoa se vá.
Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias.
Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros, ou tentar fazer diferente algo que já fez muito errado.
Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém, dizer o que ele deseja ouvir.
Difícil é ser amigo para todas as horas e dizer sempre a verdade quando for preciso.E com confiança no que diz.
Fácil é analisar a situação alheia e poder aconselhar sobre esta situação.
Difícil é vivenciar esta situação e saber o que fazer ou ter coragem pra fazer.
Fácil é demonstrar raiva e impaciência quando algo o deixa irritado.
Difícil é expressar o seu amor a alguém que realmente te conhece, te respeita e te entende.E é assim que perdemos pessoas especiais.
Fácil é mentir aos quatro ventos o que tentamos camuflar.
Difícil é mentir para o nosso coração.
Fácil é ver o que queremos enxergar.
Difícil é saber que nos iludimos com o que achávamos ter visto.Admitir que nos deixamos levar, mais uma vez, isso é difícil.
Fácil é dizer "oi" ou "como vai?"Difícil é dizer "adeus", principalmente quando somos culpados pela partida de alguém de nossas vidas...
Fácil é abraçar, apertar as mãos, beijar de olhos fechados.
Difícil é sentir a energia que é transmitida.Aquela que toma conta do corpo como uma corrente elétrica quando tocamos a pessoa certa.
Fácil é querer ser amado.
Difícil é amar completamente só.Amar de verdade, sem ter medo de viver, sem ter medo do depois. Amar e se entregar, e aprender a dar valor somente a quem te ama.
Fácil é ouvir a música que toca.
Difícil é ouvir a sua consciência, acenando o tempo todo, mostrando nossas escolhas erradas.
Fácil é ditar regras.Difícil é seguí-las.Ter a noção exata de nossas próprias vidas, ao invés de ter noção das vidas dos outros.
Fácil é perguntar o que deseja saber.
Difícil é estar preparado para escutar esta resposta ou querer entender a resposta.
Fácil é chorar ou sorrir quando der vontade.
Difícil é sorrir com vontade de chorar ou chorar de rir, de alegria.
Fácil é dar um beijo.
Difícil é entregar a alma, sinceramente, por inteiro.
Fácil é sair com várias pessoas ao longo da vida.
Difícil é entender que pouquíssimas delas vão te aceitar como você é e te fazer feliz por inteiro.
Fácil é ocupar um lugar na caderneta telefônica.
Difícil é ocupar o coração de alguém, saber que se é realmente amado.
Fácil é sonhar todas as noites.Difícil é lutar por um sonho.Eterno, é tudo aquilo que dura uma fração de segundo, mas com tamanha intensidade, que se petrifica, e nenhuma força jamais o resgata.Carlos Drummond de Andrade

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

O direito de discordar

“Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las”.Voltaire
Sábias essas palavras do grande Voltaire. Temos que aprender a não só respeitar como defender o direito das pessoas de emitirem as suas opiniões, mesmo que elas sejam contrarias as nossas. É sinal de maturidade permitir com serenidade que o outro expresse as suas idéias sem retaliações. Pena que nem sempre agimos dessa forma, coloco-me como exemplo daqueles que precisam melhorar nessa questão. A discussão pode até ser acalorada, mas sempre dentro de um clima de respeito e cordialidade. George Orwel disse que: “Se a liberdade significa alguma coisa, será sobretudo o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir”. Esse é um direito garantido pela constituição federal. A carta magna diz:
Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
Art. 5°, IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;
Art. 220 - A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo, não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
§2° - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.
Logicamente que não podemos usar a liberdade de expressão como desculpa para desrespeitar o direito do outro. A lei proteje o indivíduo contra calúnias e difamações, podendo até ser processada a pessoa que agir desrespeitosamente. Penso que o debate de idéias é muito útil para o crescimento pessoal, a única ressalva é que ambas as partes consigam manter o equilíbrio emocional. A agressão verbal deve ser evitada.
É na multiplicação das idéias que conseguimos crescer intelectualmente. Viva a diversidade de pensamento!

domingo, 13 de setembro de 2009

Não use moderadamente

Me perdoem pela sinceridade, mas sou inimigo número um das drogas. Sei que talvez para você nem todos os tipos de drogas são perigosas, principalmente aquela que quero destacar aqui. O brasileiro adora tomar uma bebida alcoólica, principalmente a famosa "cervejinha". Sei que talvez você não concorde comigo, mas o uso do álcool é nociso e extremamente perigoso. O vício do álcool tem levado milhares de brasileiros a mais completa miséria. Sempre ouço que desde que se beba "socialmente" não há problema algum. O que é beber socialmente? Talvez seja não se embrigar, ou, somente ficar "alegre". O termo é estranho para mim. Sei que todos têm o direito de tomar o que quiser, cada um faz da sua vida o que bem entender, mas o que faço, repercute na vida de outra pessoa. Deixe-me explicar bem o quero dizer. Se eu tomo umas cinco latinhas de cerveja, alguém vai ser afetado negativamente. Posso facilmente me envolver em acidentes de trânsito; corro o sério risco de me desentender com alguém; a minha esposa fatalmente não vai gostar; estarei dando um péssimo exemplo para os meus filhos e etc. A única garantia que temos de que não cairemos no vício é nos abstermos totalmente do uso de bebidas alcoólicas. A minha posição pessoal é radical- não bebo nenhum tipo de bebida que contenha álcool . Tenho visto o que o álcool pode fazer na vida das pessoas, as consequências de ingerir álcool sempre são ruins. Gostaria de conceituar a palavra-droga.

Conceitos
Droga é toda e qualquer substância, natural ou sintética que, introduzida no organismo modifica suas funções. As drogas naturais são obtidas através de determinadas plantas,de animais e de alguns minerais. Exemplo a cafeína (do café), a nicotina (presente no tabaco), o ópio (na papoula) e o THC tetrahidrocanabiol (da maconha). As drogas sintéticas são fabricadas em laboratório, exigindo para isso técnicas especiais. O termo droga, presta-se a várias interpretações, mas comumente suscita a idéia de uma substância proibida, de uso ilegal e nocivo ao indivíduo, modificando-lhe as funções, as sensações, o humor e o comportamento. As drogas estão classificadas em três categorias: as estimulantes, os depressores e os perturbadores das atividades mentais. O termo droga envolve os analgésicos, estimulantes, alucinógenos, tranquilizantes e barbitúricos, além do álcool e substâncias voláteis. As psicotrópicas, são as drogas que tem tropismo e afetam o Sistema Nervoso Central, modificando as atividades psíquicas e o comportamento. Essas drogas podem ser absorvidas de várias formas: por injeção, por inalação, via oral, injeção intravenosa ou aplicadas via retal (supositório).

De acordo com a definição acima, álcool é um tipo de droga. O álcool é uma droga lícita, apesar de ser liberada para o consumo, eu não preciso fazer uso dela. Há muitos outros tipos de bebidas bem mais saudáveis.

Bebida e direção não combinam. Para a segurança de todos, tome água!












sábado, 12 de setembro de 2009

Um dia para não se esquecer

Algumas datas tornam-se especiais para nós por certas razões. No dia 11 de setembro a minha mãe faz aniversário. Eu sempre acordei muito cedo, ela também. Sempre procurei desejar-lhe feliz aniversário nas primeiras horas da manhã. Todos os anos a cena se repete. No ano de 2001, a comemoração do aniversário da minha mãe foi diferente. Ainda era de manhã quando as noticias chegaram através da televisão.
Lembro-me bem da minha reação diante das informações que eram divulgadas a todo o instante pela TV. Eu não conseguia acreditar no que os meus olhos viam. Como aquilo era possível? A sensação que tive era de que uma cena de algum filme de ação americano cheio de efeitos especiais estava sendo exibido em todos os jornais ao mesmo tempo. Infelizmente, tudo o que estava sendo mostrado era muito real. Durante todo aquele dia, os noticiários mostraram inúmeras vezes, o choque dos aviões contras as torres gêmeas. A nação mais poderosa da terra- os EUA- acordou de luto. O mundo jamais foi o mesmo, e nem será.
Não há como se esquecer dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Sempre que a minha mãe comemora mais um ano de vida, a minha mente se volta para aquele fatídico dia.
Por vários anos tenho pensado sobre quais foram às razões que levaram algumas pessoas a cometerem tamanha atrocidade. O que leva o ser humano a tirar a vida de milhares de pessoas com tanta crueldade? Penso que: questões políticas e religiosas foram às principais causas do atentado.
Por incrível que pareça, o homem que pensa que está sendo guiado por Deus, comete todo tipo de barbaridade sem peso na consciência. A fé cega é extremamente perigosa. O radicalismo religioso é uma ameaça a paz mundial. A religião quando bem utilizada é de inestimável valor para a convivência harmoniosa dos povos. A crença num Deus bondoso e tolerante é um excelente remédio para solucionar os conflitos entre as nações.
A fé jamais deveria ser usada para incitar o ódio e a violência. O amor a todas as pessoas era o ensino fundamental de Jesus Cristo. É uma pena que são poucos os que dão crédito as palavras do Mestre.
Ninguém tem o direito de matar inocentes. A vida deve ser valorizada sempre, sempre, sempre...

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O poder de um sorriso

O mundo precisa desesperadamente de pessoas com um sorriso na face. O que mais vemos, são expressões faciais pouco amigáveis. O mau humor impera. Sorrir se tornou algo raro de se ver. Ao nos depararmos com alguém que sabe sorrir espontaneamente, nos contagiamos. O sorriso alegra a vida. Eu particularmente, gosto muito de rir. Sei que a vida se torna mais bela para as outras pessoas quando se deparam com um “sorriso de orelha a orelha”. Apesar de vivermos num país de inúmeros problemas sociais, precisamos encontrar esse tesouro na nossa vida- o sorriso sincero. Quero ilustrar com a seguinte história.
Havia um pequeno menino que queria se encontrar com Deus.Ele sabia que tinha um longo caminho pela frente, portanto encheu sua mochila com pastéis e guaraná, e começou sua caminhada.
. Depois de ter andado três quadras, encontrou um velhinho sentado em um banco de praça olhando os pássaros. O menino sentou-se junto dele, abriu a mochila, e ia tomar um gole de guaraná quando olhou o velhinho e viu que ele estava com fome. Então lhe ofereceu um pastel. O velhinho, muito agradecido, aceitou e sorriu ao menino.
Seu sorriso era tão incrível que o menino quis ver de novo, então, ele ofereceu-lhe seu guaraná.Mais uma vez o velhinho sorriu ao menino.O menino estava muito feliz!
Ficaram sentados ali sorrindo, comendo pastel e bebendo guaraná pelo resto da tarde, sem falarem um ao outro. Quando começou a escurecer o menino estava cansado e resolveu voltar para casa, mas antes de sair ele voltou, e deu um grande abraço no velhinho. O velhinho deu o maior sorriso que o menino já havia recebido.Assim que o menino entrou em casa, sua mãe, surpresa, perguntou ao ver a felicidade estampada em sua face:
“O que você fez hoje que te deixou tão feliz?” e ele respondeu: “Passei a tarde com Deus” e acrescentou: “Você sabe, ele tem o mais lindo sorriso que eu já vi”.
Enquanto isso, o velhinho chegou em casa radiante, e seu filho perguntou: “Por onde esteve que te deixou tão feliz?”e ele respondeu:“Comi pastéis e tomei guaraná no parque com Deus”.
Antes que seu filho pudesse dizer algo, ele falou: “Você sabe que ele é bem mais jovem do que eu pensava?”
Nunca subestime a força de um sorriso, o poder de uma palavra, de um ouvido para ouvir, de um honesto elogio ou até um ato de carinho. Por medo de chorar, deixamos de sorrir! Portanto sorria!
Fonte:http://mensagensepoemas.uol.com.br/fabulas/o-poder-de-um-sorriso.html

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Por que ser otimista?

Li certa vez, uma frase que me marcou muito. A frase dizia: "Evite desencorajar-se: Mantenha ocupações e faça do otimismo a maneira de viver. Isso restaura a fé em si".(Lucille Ball)
O dicionário Aurélio define otimismo como: Sistema de julgar o melhor possível, de achar que tudo vai bem. Por que ser otimista diante de um universo de pessimistas? Quero delimitar o assunto focando a importância do otimismo nas organizações. Leia a matéria abaixo extraída da Revista Época Negócios.
20/01/2009
Otimismo faz bem à vida e dá lucro
Por que a produtividade dos funcionários melhora se a liderança tiver uma visão positiva do negócio

Por Época Negócios
O otimismo é um atributo mais admirado do que o pessimismo. As pessoas que vêem as coisas pelo seu lado positivo são, geralmente, mais estimadas do que as que enxergam apenas o aspecto negativo. Sucede que o mundo dos negócios criou uma escala própria de valores na qual os últimos têm primazia sobre os primeiros. Os profissionais pessimistas são vistos como mais realistas e racionais, qualidades importantes quando há dinheiro em jogo. É mais um estereótipo.
Um estudo publicado no Gallup Management Journal, periódico do instituto de pesquisas, revela a injustiça dessa avaliação. O otimismo de um chefe aumenta a produtividade de uma equipe, constatou o levantamento, que acompanhou a realização de projetos na área de tecnologia que envolveram mais de uma centena de profissionais. A influência do otimismo sobre o desempenho dos funcionários não é direta, diz o estudo. Os líderes que têm essa qualidade são geralmente mais dedicados a seu trabalho do que os pessimistas. Esse comportamento acaba, por sua vez, aumentando o engajamento do restante da equipe. "O otimismo é uma qualidade essencial de um líder. Sem ele, não há como reunir esforços para cumprir os objetivos da empresa", diz Margaret Greenberg, autora do estudo e presidente da consultoria Greenberg. Os benefícios não se esgotam aí, afirma. "Outras pesquisas concluíram que os otimistas são mais bem-sucedidos, saudáveis e felizes", diz. O que, no final, também se traduz em produtividade e lucro.
A boa notícia aos pessimistas é que o otimismo pode ser adquirido. Mesmo os que estão de mal com a vida podem aprender a parar, pensar e levantar argumentos que se contraponham às próprias visões negativas. Uma resposta construtiva ajuda, por sua vez, a estimular o sentimento positivo nos outros. Em vez de "boa idéia", sugere Greenberg, pode se escolher um "uau, que boa idéia!"
Fonte: http://epocanegocios.globo.com/Revista
Veja o video abaixo, ele exemplifica magnificamente o poder otimismo na vida das pessoas. Espero ajudá-lo a ver que, viver é maravilhoso. Procure desfrutar ao máximo desse maravilhoso dom. Ao pensar em reclamar de tudo, lembre-se; há sempre algo especial a se aprender. Não perca a tranquilidade nunca. Apesar das decepções, continue sendo otimista.


video

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Não seja impaciente

O mundo está cheio de pessoas que não conseguem dominar as suas emoções. Por futilidades, muitos perdem a cabeça e reagem como se a razão não fosse um atributo natural da humanidade. Penso que o maior desafio que podemos enfrentar é o autodomínio de si mesmo. Temos muita facilidade em tentar mudar as outras pessoas, criticamos as suas atitudes e ficamos horrorizados com a sua falta de paciência. Somos muito bons em dar conselhos. O nosso “objetivo” é ajudar o outro a melhorar o seu comportamento. É pena que o nosso olhar crítico não esteja voltado para nós mesmos. Quando somos o alvo dos comentários, nos irritamos facilmente, mesmo que estejam querendo nos ajudar.
Responda essas perguntas: Como você reage quando censuram as suas palavras? Você reconhece que foi impaciente? Há uma auto avaliação periódica das suas atitudes?
Sei que as perguntas acima são difíceis de serem respondidas, mas penso que elas são de extrema importância para o nosso crescimento pessoal. Esse assunto já foi muito discutido ao longo dos séculos, muitos pensadores escreveram a respeito. Quero deixar algumas frases para a sua reflexão. Os textos estão cheios de sabedoria. Por favor, tenha a paciência necessária para lê-los.
Frases sobre a impaciência
"Todas as falhas humanas provêm da impaciência." (Franz Kafka)
"A paciência é a fortaleza do débil e a impaciência, a debilidade do forte." (Immanuel Kant)
"A impaciência, quando não remedeia os nossos males, os agrava." (Marquês de Maricá)
"A impaciência é um grande obstáculo para o bom êxito."(Napoleão Bonaparte)
"Talvez haja apenas um pecado capital: a impaciência. Devido à impaciência, fomos expulsos do Paraíso; devido à impaciência, não podemos voltar." (Franz Kafka)
"A impaciência em que vivemos provém da nossa ignorância, queremos que os homens e as coisas sejam o que não podem ser, e deixem de ser o que são por sua essência e natureza." (Marquês de Maricá)
"Todos os erros humanos são fruto da impaciência, interrupção prematura de um processo ordenado, obstáculo artificial levantado ao redor de uma realidade artificial." (Franz Kafka)
"Não seja impaciente. A felicidade nem sempre está longe de nós." (Jossei Toda)
"O amor não tem medida, e a impaciência não conhece limite." (São Jerônimo)
"A própria esperança deixa de ser ventura quando a impaciência a acompanha." (John Ruskin)
"A impaciência causada pela esperança muitas vezes abateu um homem valente." (Áccio)
"O homem é impaciente nos seus desejos." (Textos Islâmicos)
"A impaciência nos ensina, que só a paciência resolve."
( Elan klever )
"Como a pressa é inimiga da perfeição, a impaciência é arquiinimiga, pois a pressa é gerada e acelerada pela impaciência."
( Ivan Teorilang )
Que a paciência o acompanhe por todos os dias da sua vida.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Aproveite as oportunidades

Um pensamento geral é o de que a vida poderia nos proporcionar mais oportunidades. A falta de oportunidade nos limitaria a viver na mesmice. Almejamos conseguir muitas coisas. Vivemos na expectativa de que algo especial aconteça. Pensamos que se conseguíssemos atingir os nossos objetivos, seriamos mais felizes. Lamentamos profundamente a escassez de oportunidades. A impressão que temos é que elas nunca surgirão. Será mesmo que estamos presos a falta de oportunidades na vida? Estamos aproveitando ao máximo as chances que surgem? Essas são perguntas muito oportunas. Gostaria de ilustrar o meu pensamento com a seguinte história.
No livro Sapos Fervidos ou Ossos Dançantes, Braga conta a história do homem que não tinha sorte. Diz que por isto ele vivia se lamentando na cidade em que morava ao ponto de as pessoas cortarem volta para não esbarrar com ele. Certo dia saiu pelo mundo à procura de um sábio de quem ouviu falar que tinha a solução para todos os problemas. Passando por uma floresta, encontrou um lobo muito desanimado, fraco, sem muita vontade para nada, que lhe respondeu não saber o porquê de estar assim e logo lhe pediu que expusesse ao sábio seu problema para ver se teria a resposta. Deixando o lobo, o homem deparou-se com uma árvore muito grande, porém murcha, quase sem folhas, meio ressecada, na beira de um lago. A sua pergunta, a árvore respondeu que não sabia por que estava assim, mas que contasse seu problema ao sábio para ver se teria a solução. Mais adiante, numa casa maravilhosa em meio a um campo florido, o homem encontrou a mulher mais linda que já vira, mas ela não parecia bem, com um olhar melancólico. À pergunta do homem que não tinha sorte do porque de estar assim, a mulher respondeu que não sabia, mas também lhe pediu que expusesse seu caso ao sábio e esperaria por uma solução.
Após estar com o sábio, o homem que não tinha sorte retornava feliz por causa da solução que encontrara. Passando na casa da mulher, ela indagou-lhe sobre o que o sábio tinha dito para solucionar o seu problema. Ele respondeu que sua melancolia se tratava de solidão, mas o sábio lhe indicara que encontrasse um homem e se casasse. Satisfeita, ela sugeriu que se casassem, mas ele recusou, dizendo que o sábio lhe dissera que devia aprender a agarrar as oportunidades e ele precisava correr para sua cidade para fazer justamente isto. Ao passar pela árvore, ele contou-lhe que seu problema era um grande tesouro enterrado em sua raiz, impedindo-a de abastecer-se da água do lago. Bastava que pedisse a algum homem para retirar o tesouro e ela ficaria saudável e viçosa. Satisfeita, a árvore pediu-lhe que fizesse isso, mas ele recusou-se, dizendo que não podia, pois precisava correr para agarrar as oportunidades. Ao encontrar o lobo, disse-lhe que o sábio falara que seu mal era fome, recomendando que tomasse mão do primeiro idiota e o comesse, recuperando a força. E antes que o homem pudesse escapar, o lobo tomou toda força que lhe restava, agarrou-o e devorou.
Perceba que, muitas vezes não é a falta de oportunidade que nos limita, elas aparecem constantemente nas nossas vidas, às vezes o que nos falta é uma visão mais abrangente. Quantas vezes desperdiçamos grandes oportunidades, pelo simples fato de não valorizarmos as pequenas coisas. Esperamos algo grandioso. Em muitos casos, a simplicidade se sobrepõe a grandiosidade. É preciso aproveitar todas as chances que a vida nos oferecer. Se novas oportunidades estão demorando para aparecer, explore com criatividade as suas próprias idéias. Pare de se lamentar. Tenha humildade para aceitar que você precisa mudar de atitude. Faça isso.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Pare de sofrer

Ao ligar a TV, vemos admirados, homens e mulheres com ótima aparência física. Nas revistas, mulheres com corpos maravilhosos. Há um verdadeiro culto a beleza. Ficamos imaginando como é possível para essas pessoas possuir rostos e corpos tão perfeitos. A mídia em geral, principalmente a televisão, explora de forma muito eficaz, o corpo feminino. Algumas modelos e atrizes são imitadas e admiradas.
Vale quase tudo para se alcançar a “perfeição”. As pessoas estão dispostas a pagar um alto preço para se sentirem lindas. A vaidade impera. O que importa é estar deslumbrante, como se a vida fosse uma eterna passarela.
É incrível como o padrão de beleza muda através dos tempos. Hoje, o que impera, são mulheres magras, com baixo teor de gordura corporal. Há uma corrida descontrolada pelos mais exóticos tipos de regime. É preciso emagrecer, custe o que custar. Às vezes, a própria vida corre perigo devido a dietas feitas sem nenhuma orientação médica.
Todos os anos são gastos milhões de reais em cirurgias plásticas. É claro que em muitos casos, isso é uma necessidade. Pessoas com deformações físicas precisam de intervenção cirúrgica. Creio que a maioria que se submete a esse procedimento, o faz apenas pelo amor a vaidade. O Brasil é um dos países do mundo com maior índice de cirurgias plásticas.
Vemos constantemente em jornais, revistas e na televisão, pessoas com vários tipos de distúrbios alimentares. Pessoas estão doentes, unicamente por não aceitarem a si mesmas. É preciso parar de tentar ser o que não somos.

Precisamos entender que cada um possui sua própria beleza. O que é belo hoje pode não ser amanhã. Não há como viver achando que a aparência física é o que de mais importante uma pessoa possui.
Para que você tenha uma idéia do que estou falando, repare na foto abaixo, ela mostra o padrão de beleza feminina no passado.














Não podemos afirmar que essa aparência é de alguma beldade do século XXI, mas uma mulher com essas formas já foi considerada perfeita fisicamente.

Temos que nos preocupar com nossa aparência, pois ela interfere na nossa saúde fisíca e mental. O que estou tentando dizer é que não podemos ser escravos da beleza. Não podemos ser escravos da mídia. Sei que você é uma pessoa linda. Valorize-se sem fazer comparações com outras pessoas. Cada um é único e insubstituível. Alegre-se e seja feliz!


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Escolhas

Em 1994, o Brasil parou para acompanhar a final da copa do mundo de futebol. O adversário da nossa seleção era a temida seleção da Itália. A partida terminou empatada e a disputa pelo título acabou indo para a cobrança de pênaltis. Lembro-me bem da angústia que senti no momento em que os jogadores se preparavam para iniciar a cobrança. Nós não tinhamos boas recordações, pois havíamos perdido uma copa do mundo, justamente na cobrança de pênaltis.
Os dois técnicos tinham que tomar uma difícil decisão; escalar os jogadores certos para decidir um título mundial. Duas nações, milhões de pessoas estavam na expectativa.
Por ironia do destino, o melhor jogador da Itália-Roberto Baggio, ficou responsável por bater o pênalti que decidiria o campeonato, se ele acertasse, o seu time continuaria na disputa, se errase, o Brasil se consagraria campeão.
Assim como o jogador da Itália, nós, em algum momento das nossas vidas, estaremos diante do desafio de tomar uma decisão que mudará a nossa existência. Às vezes acertamos, mas nem sempre. Quantas vezes agimos sem pensar, com precipitação. É preciso agir com sabedoria. Pensar bem antes de decidir.
O jogador Roberto Baggio fez uma escolha ao pegar a bola. Ele escolheu em que lugar do gol ele chutaria. Poderia ser um chute rasteiro, no canto direito ou no canto esquerdo. A opção foi chutar no ângulo. Logicamente que na sua visão, a sua escolha era a mais correta. Um chute no ângulo é muito difícil de se defender. Naquele instante, muitas coisas passaram pela sua mente. Após refletir sobre a possibilidade de virar um herói nacional, Roberto Baggio dirigiu-se até a bola...

video

Nenhum brasileiro esquece dessa cena. Roberto Baggio escolheu errado, errou o gol e o Brasil comemorou a vitória. Temos que aprender que mesmo sendo bons naquilo que fazemos, há sempre a chance concreta de escolhermos errado, mesmo sabendo qual é a forma correta de se agir. Há um preço a pagar para cada decisão que tomarmos. Nenhum italiano jamais esqueceu daquele dia inesquecível. Que você possa desfrutar dos benefícios de uma sábia decisão.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Uma questão controversa

Há vários anos, tenho pensado sobre como a vida surgiu na terra. O debate é acirrado. Existem dois pontos de vista muito divergentes. De um lado, os naturalistas que afirmam que a vida originou-se de processos naturais. Do outro, temos os religiosos que argumentam que existe um Criador, ao qual chamam de Deus. São duas tentativas de explicar o desconhecido. A humanidade busca incansavelmente descobrir as suas origens. Se formos obras do simples acaso, porque somos tão inclinados a adoração? Por que sentimos no intimo do nosso ser a necessidade de cultuar uma divindade?
Os céticos sempre afirmaram que a fé em um Deus é fruto da ignorância intelectual. Cria-se que no momento em que o homem se libertasse de certas crendices populares, a fé desapareceria dando lugar a razão.
O fato é que existem inúmeros argumentos de ambas as partes. Para os ateus, Deus não existe. Essa afirmação é inegociável. É uma verdade absoluta. Para os chamados criacionistas (crêem num Deus criador do universo), a existência de Deus é uma realidade facilmente percebida.
A mídia tem explorado esse assunto exaustivamente. A impressão que temos é que existe um duelo para ver quem está com a razão. Na verdade, esse tema tem um impacto tão grande sobre nós que toda a nossa percepção do mundo é resultado de se crer em Deus ou não.
Se Deus não existe, há pouca esperança para a humanidade. Quando a morte chegar, será literalmente o fim da existência. Nos momentos difíceis pelos quais passamos; na hora da angustia e do sofrimento, na hora da dor emocional, a crença em Deus faz todo o sentido.
Por mais que a ciência tenha ajudado a humanidade, ela precisa reconhecer que a fé é uma das necessidades básicas do ser humano.
Não há como você escapar dessa polêmica. Em algum momento da sua vida, haverá a necessidade de se posicionar em relação a esse assunto.
Se Deus é real para você, como está a sua vida nesse exato momento? Se Ele não existe- como alguns afirmam- o que você espera dessa vida?
Por que existimos? Somos obras de processos naturais de evolução?
Essas perguntas são antigas. Ao longo dos séculos, muitos procuraram respondê-las.
Qual é a sua resposta? O ensino oficial nas escolas é: A humanidade surgiu de processos naturais evolutivos. Você acredita num Deus criador e mantenedor da vida?
A resposta que você der a essa pergunta especifica é crucial para a sua compreensão da vida.
Temos um Pai, ou estamos sozinhos na imensidão do cosmos?
Quero ilustrar o meu ponto de vista com uma pequena ilustração.
Durante uma conferência com vários universitários, um professor da Universidade de Berlim desafiou seus alunos com esta pergunta:- Deus criou tudo o que existe?
Um aluno respondeu valentemente:
- Sim, Ele criou.
- Então Deus criou tudo?
Perguntou novamente o professor.
- Sim senhor! – Respondeu o jovem.
O professor respondeu:
- Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal? Pois o mal existe, e partindo do preceito de que nossas obras são um reflexo de nós mesmos, então Deus é mau?O jovem ficou calado diante de tal resposta e o professor, feliz, se regozijava de ter provado mais uma vez que a fé era um mito. Outro estudante levantou a mão e disse:
- Posso fazer uma pergunta, professor?
- Lógico! – Foi à resposta do professor.
O jovem ficou de pé e perguntou:
- Professor, o frio existe?
- Que pergunta é essa? Lógico que existe, ou por acaso você nunca sentiu frio?O rapaz respondeu:
- De fato, senhor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos frio, na realidade é a ausência de calor. Todo corpo ou objeto é suscetível de estudo quando possui ou transmite energia, o calor é o que faz com que este corpo tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor, todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Nós criamos essa definição para descrever como nos sentimos se não temos calor! E, existe a escuridão?
Continuou o estudante.
O professor respondeu: Existe!
O estudante respondeu:
- Novamente comete um erro, senhor, a escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz. A luz pode-se estudar a escuridão não! Até existe o prisma de Nichols para decompor a luz branca nas várias cores de que está composta, com suas diferentes longitudes de ondas. A escuridão não! Um simples raio de luz atravessa as trevas e ilumina a superfície onde termina o raio de luz. Como pode saber quão escuro está um espaço determinado? Com base na quantidade de luz presente nesse espaço, não é assim? Escuridão é uma definição que o homem desenvolveu para descrever o que acontece quando não há luz presente.
Finalmente, o jovem perguntou ao professor:
- Senhor, o mal existe?
O professor respondeu:
- Claro que sim, lógico que existe, como disse desde o começo, vemos estupros, crimes e violência no mundo todo, essas coisas são do mal.E o estudante respondeu:
- O mal não existe senhor, pelo menos não existe por si mesmo. O mal é simplesmente a ausência do bem, é o mesmo dos casos anteriores, o mal é uma definição que o homem criou para descrever a ausência de Deus. Deus não criou o mal. Não é como a fé ou como o amor, que existem como existem o calor e a luz. O mal é o resultado da humanidade não ter Deus presente em seus corações. É como acontece com o frio quando não há calor, ou a escuridão quando não há luz.
Por volta dos anos 1900, este jovem foi aplaudido de pé, e o professor apenas balançou a cabeça permanecendo calado…
Imediatamente o diretor, que estava presente, dirigiu-se àquele jovem e perguntou qual era seu nome?
E ele respondeu:
- Me chamo ALBERT EINSTEIN.
Você decide no que acreditar. Parafraseando o gênio da literatura: Crer ou não crer, eis a questão.


terça-feira, 1 de setembro de 2009

O que é ter sorte?



Algumas pessoas têm muita sorte, ganham vários prêmios em sorteios. Conheci um rapaz que ganhou um carro zero quilômetro. Pensei comigo- isso que é ter sorte. Afinal, o que é ter sorte? Qual a melhor definição para essa palavra? Não tenho a pretensão de dar uma resposta definitiva para essa questão. A minha ênfase será tentar dar uma explicação para a sorte no âmbito profissional, ou seja, o que é ter sorte na vida profissional?
Li certa vez uma definição da palavra sorte que achei muito interessante. Dizia que: “sorte é estar preparado quando as oportunidades surgem”. Outra definição afirma que: “Sorte é a junção de duas coisas: oportunidade e preparação. Exemplificando: É algo assim como faziam os marinheiros do tempo das descobertas: primeiro construíam e equipavam as caravelas (PREPARAÇÃO) mas depois não se lançavam ao mar de qualquer maneira. Pelo contrário, esperavam pacientemente que a maré fosse favorável e o vento soprasse na direção certa (OPORTUNIDADE).É claro que a maré era favorável e o vento soprava para todos (OPORTUNIDADE PARA TODOS) mas apenas aqueles que tinham construido e equipados as caravelas (OS QUE ESTAVAM PREPARADOS) conseguiam efetuar aquelas viagens maravilhosas...
Não são poucos os que lamentam a falta de sorte. Para esses, a oportunidade nunca chega. Eles vivem na expectativa de que a sorte bata na sua porta. Penso que, as oportunidades aparecem para todos, mas são poucos os que estão preparados para aproveitá-las. Ninguém pode alegar falta de sorte. Se a sorte está demorando a aparecer, crie você mesmo as suas oportunidades. Faça a diferença e a sua sorte vai mudar.
O que mais se vê são pessoas sem iniciativa, apáticas. Para essas, a frustração é uma dura realidade. Vivem se lamentando pela falta de perspectiva profissional, mas não estão dispostas a mudarem de postura.
Gostaria de deixar um conselho para você- não perca a esperança, se prepare bem, quando a oportunidade surgir não a desperdice. Talvez ela não apareça mais. A chance não pode ser desperdiçada em hipótese alguma.
O segredo é estar preparado para aproveitar as oportunidades.